TRADUTOR/TRANSLATE

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

O alcorão diz para o homem bater na mulher?

Por Quran: A Reformist Translation 
Tradução Pollyanna Meira

"O versículo 4:34 do Alcorão ordena aos crentes baterem nas mulheres, por isso, o Islã é uma religião dominantemente masculina e violenta." Muitos já ouviram esta crítica dos cristãos, ateus, agnósticos, etc, mas isso está em contraste com o verso em que Deus descreve o casamento: "Entre os Seus sinais está o de haver-vos criado companheiras da vossa mesma espécie, para que com elas convivais; e colocou amor e piedade entre vós. Por certo que nisto há sinais para os sensatos.." (30:21)

Obviamente, estas mensagens mistas incomodaram muitos tradutores contemporâneos do Alcorão. Para evitar os problemas morais e intelectuais, eles tentaram suavizar a palavra "bater" quando traduziram o versículo 4:34. Por exemplo, Yusuf Ali usa entre parênteses "levemente" depois de "bater" para "salvar as mulheres":

"... Quanto àquelas, em cuja parte você teme deslealdade e má-conduta, admoestá-las (primeiro), (ao lado) recuse-se a compartilhar suas camas, (e por último) bata nelas (levemente) ..." (4:34)

Muitos tentaram levar 'bater' em torno do arbusto para suavizar o problema gerado por isso em 4:34, o que não resolveu muito, é claro.

Quase todas as traduções das quatro palavras-chave ou termos deste versículo particular foram mal traduzidas. Estas são: "Qawwamune," "ba Faddallallahu" ba dahum ala "d", "Nushuzehunne," e "Fadribuhunne."vamos nos concentrar na última palavra, "Fadribuhunne".

Uma famosa palavra  de múltiplos significados:

O problema vem da palavra "Idribuhunne" que usam para traduzir como "bata nelas." A raiz desta palavra é "daraba". Se você olhar para qualquer dicionário árabe você vai encontrar uma longa lista de significados atribuídos a esta palavra. Essa lista é uma das listas mais longas em todo o dicionário árabe. Pode-se dizer que "daraba" é o número um em múltiplos significados; Têm tantos significados diferentes que podemos encontrar inúmeros significados atribuídos a ela no Alcorão. 
  • Viajar, sair: 3:156; 4:101; 38:44; 73:20; 2:273 
  • Tirar: 2:60,73; 7:160; 8:12; 20:77; 24:31; 26:63; 37:93; 47:4 
  • Bater: 08:50; 47:27
  • Configurar: 43:58; 57:13 
  • Dar (exemplos): 14:24,45; 16:75,76,112; 18:32,45; 24:35; 30:28,58; 36:78; 39:27,29; 43:17; 59:21; 66:10,11 
  • Deixa ir, sair, ignorar: 43:5 
  • Condenar: 2:61 
  • Selar, desenhar sobre: 18:11 
  • Cobrir: 24:31 
  • Explicar: 13:17
Como você pode vê, só no Alcorão podemos testemunhar que o verbo "daraba" tem pelo menos dez significados diferentes. "Daraba" tem também outros significados que não são mencionados no Alcorão. Por exemplo, na língua árabe, você não imprime dinheiro - você "daraba" dinheiro, você não multiplica números - você  "daraba" números, você não deixa o trabalho - você "daraba" o trabalho. O dicionário Webster's dá quatorze significados para o verbo "strike": bater (contra); inflamar; morder (da cobra);  enraizar (das plantas); atacar; gancho (para peixe); som (tempo) como sino do relógio etc, afetar; chegar, vir em cima; penetrar na mente de, descobrir (ouro, petróleo, etc); desmontar, remover, fazer (moeda); cessar o trabalho como forma de protesto ou de fazer exigências. O mesmo dicionário dá oito significados para o verbo "beat": bater repetidamente; superar; superar vigorosamente com marcante ação; a aba (asas); fazer, usar (caminho); pulsar; vela contra o vento.

Como podemos encontrar o sentido apropriado?

Quando nos deparamos com uma palavra com múltiplos significados, nós selecionamos o sentido próprio de acordo com o contexto e o bom senso. Por exemplo, se tivesse traduzido "daraba" em 13:17 como "bater" em vez de "explicar", o significado seria ridículo: 

"... Deus bate, assim, a verdade e a falsidade" (13:17)

Outro exemplo de erro de tradução de "daraba" pode ser encontrado na tradução de 38:44. Em todas as traduções (exceto a do Dr. Khalifa), injetam uma história feita por homens para justificar uma tradução boba. Aqui está como Yusuf Ali traduz o verso sobre trabalho: 

"E leve na mão um pouco de grama, e ataque com ela, e não quebre (o juramento)." 

Yusuf Ali, na nota, narra a história tradicional: "Ele (Jó) deve ter dito em sua pressa para a mulher que ele iria bater nela: ele é convidado agora para corrigi-la com apenas um punhado de grama, para mostrar que ele era manso e humilde, bem como paciente e constante." No entanto, sem a introdução dessa história, podemos traduzi-la como o seguinte: 

"Agora, você deve viajar a terra para cumprir sua promessa (que é o de entregar a mensagem). Encontramo-lo firme. Que bom servo! Ele era um admoestador" (38:44)

Vamos voltar para 4:34. Além disso, a palavra "Nushuz", que é geralmente traduzida como "oposição", tem um outro significado, que pode ser traduzido como graus de deslealdade que variam de flerte para ligação sexual. Se estudarmos cuidadosamente 4:34 vamos encontrar uma pista que nos leva a traduzir essa palavra como "paquera" ou "caso extraconjugal" (Qualquer palavra ou palavras que reflitam a gama de deslealdade no casamento). A pista é a frase antes de "Nushuz", como se lê:

"... E observe os mandamentos de Deus, mesmo quando estiver sozinho em sua privacidade."

Esta frase enfatiza a importância da fidelidade na vida matrimonial. Além disso, a mesma palavra "nushuz" é usada em 4:128, mas é usada para descrever o mau comportamento do marido, não das esposas como foi em 4:34. Assim, a tradução tradicional de "nushuz", isto é, "oposição" não vai caber aqui. Nas relações verticais, "oposição" não pode ser um comportamento de dois gumes. Assim, os tradutores tentam evitar essa contradição, atribuindo apenas o sentido oposto de "oposição", ou seja, "opressão" no versículo 4:128. No entanto, o significado de "nushuz" como "deslealdade" é apropriado para ambos os casos descritos em 4:34 e 4:128.

Um entendimento coerente

Quando lemos 4:34, não devemos entender "idribuhunne" como "bater". Devemos lembrar que esta palavra tem muitos significados. Deus nos dá três maneiras de lidar com relações extramaritais. Na fase de início do mau comportamento, o marido deve primeiro dar conselhos. Se isso não funciona e ela vai mais longe, o  marido tem o direito de se separar dela (4:34 e 65:1). Vamos apresentar a nossa sugestão para a tradução do versículo 04:34.

A "separação" é o último recurso, embora a palavra "Idribuhunne" tenha vários significados. A ideia é unida ao versículo seguinte 4:35, conforme mostrado abaixo: (leia no contexto que fará sentido)

"... Quanto àquelas, de quem suspeitais deslealdade, admoestai-as (na primeira vez), abandonai os seus leitos (na segunda vez) e 'Idribuhunna' (na terceira vez); porém, se vos obedecerem, não procurais meios contra elas. Sabei que Deus é Excelso, Magnânimo."

"E se temerdes a separação entre ambos (esposo e esposa), apelai para um árbitro, um da família dele e outro da dela. Se ambos desejarem reconciliar-se, Deus os reconciliará, porque é Sapiente, Inteiradíssimo." 4:35

Um versículo complementa o outro, comprovando minha afirmação.

Bater na mulher que está agindo de maneira errada não é uma solução definitiva, mas "separar-se" dela é a melhor solução. E é justo também.

1 - Deus proíbe qualquer agressão. Bater em uma pessoa é um ato de agressão, não importa a justificativa: "Não pratiqueis agressão, Deus não gosta dos agressores" 2:190 

2 - Deus ordena que os maridos e esposas devem tratar uns aos outros com amor e misericórdia. Mais uma vez, bater em uma mulher não é um ato de misericórdia: "Entre os Seus sinais está o de haver-vos criado companheiras da vossa mesma espécie, para que com elas convivais; e colocou amor e piedade entre vós. Por certo que nisto há sinais para os sensatos." 30:21

Nenhum comentário:

Postar um comentário