TRADUTOR/TRANSLATE

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Islã dos homens ou Islã para Todos ?

telling women where to pray por wood turtle


Enquanto as irmãs são uma parte integral da comunidade, muitas mesquitas são executadas como se o Islã fosse apenas para os homens. Isto é evidente ao olhar para os espaços das mulheres, sua decoração, seu tamanho desconfortável e design, a ausência de mulheres no conselho da administração, a falta de mulheres imams, a falta de mulheres ensinando sobre o deen, e mesmo a falta de mulheres dentro da mesquita em geral, da generalidade das mesquitas e do rebaixamento de seu ativismo e idéias.

Esta interpretação leva as mulheres ao fracasso. 

Quando as mulheres são relegadas para a parte de trás, em uma varanda, no porão, e estão "proibidas" de frequentar as mesquitas, estão efetivamente removidas da comunidade. 

Quando as mulheres são removidas, são esquecidas. 

Quando estamos esquecidas, é normal  a construção de um espaço pequeno de oração para as mulheres como uma reflexão tardia. 

Não é muito acolhedor ser uma reflexão tardia. 

Isso se torna abandonado. Mulheres param de ir. 

Pessoas internalizam. 

As crianças são educadas longe das mesquitas. 

As mulheres acreditam que elas não precisam participar das mesquitas. 

A Interpretação masculina reforça isso. 

Mais mesquitas são construídas sem espaços de orações para as mulheres.

E, para coroar tudo, a justificativa para chutar as mulheres para fora está ligada ao seu corpo e a incapacidade dos homens de lidarem com suas próprias fraquezas.

Isto não tem nada a ver com a responsabilidade familiar e tudo a ver com a subjugação das mulheres.

E é assim que a participação das mulheres é. Vocês sabem que não vão ir para o jannah por causa das boas ações de seus maridos ou homens em geral. Cada homem e mulher tem que encontrar o seu próprio caminho para o sucesso neste mundo e no próximo, sabendo que a promessa de Deus é esta:

"Eu não vou negar a nenhum  homem ou mulher entre vocês a recompensa de seu trabalho. Vocês são descendentes uns dos outros." (Alcorão 3: 195).

"Cada pessoa deve colher os frutos de seus/suas próprias ações: nenhuma alma deve levar o fardo do outra." (Alcorão 6: 164)

O espaço das mulheres não vai existir enquanto as mulheres muçulmanas não reconhecerem seus lugares -e enquanto não pararem de decidir que o lugar delas é sempre a segunda posição. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário