TRADUTOR/TRANSLATE

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

O Islã praticado pelos estudiosos (sheiks, imams) não é o verdadeiro islã.

A maioria dos ulemas muçulmanos têm deformado o rosto do Islã.

Eles disseram às massas que você pode entrar no paraíso, se você fizer isso ou se você fizer aquilo, sem qualquer referência do Alcorão, mas com referências de todos os outros lugares, e quando o Alcorão vai contra um hadith, que as massas muçulmanas têm escutado, eles preferem ignorar o Alcorão e se apegar ao hadith, porque o Alcorão, como foi ensinado, é algo que eles não conseguem entender. Na verdade, eles estão enganados, muito seriamente enganados. Eles são enganados em nome dos hadiths. E ninguém sabe de onde esses hadiths fabricados realmente vieram. Todos os livros anteriores foram modificados. Os ensinamentos dos profetas foram totalmente perdidos entre os contos fabricados. Os muçulmanos pensam que apenas o Islã não está modificado. Eles estão seriamente enganados pois, o Islã foi seriamente modificado. 

É muito difícil (impossível)  modificar o Islã se o Alcorão está na vanguarda, se o Alcorão está nas fronteiras que defendem o Islã, mas, há uma maneira muito fácil de modificar o Islã -  pelo caminho das palavras dos "hadiths", .... Você pode apresentar qualquer coisa em nome dos hadiths que tudo será aceito pelos muçulmanos. 

"Hadiths", para eles, significa algo infalível. Tornou-se um artigo de fé. Os Hadiths verdadeiros (alcorão) são, na verdade, infalíveis. os outros escritos por estudiosos, homens comuns, não. Mas a questão é ...... .Qual é a garantia de que um hadith seja verdadeiro? Se você diz essas coisas, você é imediatamente rotulado como rejeitor de hadith ou descrente.  

Os Muçulmanos deixaram de usar suas mentes. Os inimigos do Islã, não. Eles sabem como entrar nas dobras do islã e fabricar tudo o que se possa imaginar em nome dos hadiths, e isso é prontamente aceito pelos muçulmanos - ignorantes, bem como para aqueles que se dizem estudiosos (?). Devo fazer uma declaração aqui, antes de ir mais longe, os hadiths são dispensáveis, você simplesmente pode viver sem eles, na verdade eles são o mal enraizado dentro do Islã, que gerou/gera divisões e fanatismo no deen. A maioria dos muçulmanos não têm a coragem e inteligência para pensar sobre o que lhes é apresentado. Eles nunca tentam contrastar qualquer coisa com o Alcorão, porque o Alcorão tem sido coberto por várias camadas de falsas crenças ao longo dos últimos séculos. Essas crenças são as formações dos revertidos, bem como dos "estudiosos".

Sinto pena dos chamados estudiosos islâmicos, que propagam falsas crenças que contradizem o Alcorão. Eles nunca pensam que eles deveriam olhar para o Alcorão para a orientação de suas vidas. Eles passam suas vidas inteiras desperdiçadas na divisão, no culto a ídolos, no paganismo, e na preocupação incessante sobre o que o muçulmano/a deve ou não vestir.  Essas coisas precisam ser consideradas, porque  o assunto é realmente sério. Mais grave do que pensávamos anteriormente. Vejam quantas mortes, mutilações, casamentos infantis, barbarismo e tribalismo que andam se espalhando pelo mundo em nome do novo Islã. O que quero dizer, você pode entender apenas por um exemplo: Conta-se para as massas que eles vão entrar no Paraíso, se eles disseram: "la ilaha illa Allah". Esta atitude foi a atitude de bani Israeel. E eles são repreendidos sobre tal atitude no Alcorão - por Deus: "Não reparaste nos que foram agraciados com uma parte do Livro, e mesmo quando foram convocados para o livro de Deus, para servir-lhes de juiz, alguns deles o negaram desdenhosamente? E ainda disseram: O fogo infernal não nos atingirá, senão por alguns dias. Suas próprias invenções os enganaram em sua religião.. "(Ale Imran 23, 24).  Vá a qualquer estudioso e ele irá te dizer que este versículo é para os judeus e cristãos. Leia qualquer tafseer e você verá desvios semelhantes. O Islã não é sobre dizer coisas, é sobre acreditar e viver/praticar o bem e a paz na terra, tudo o mais é mera conjectura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário