TRADUTOR/TRANSLATE

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Sobre o Niqab

(Vou manter essa publicação no blog apenas para que vejam que as pessoas podem aprender e mudar de opinião. Quando eu escrevi isso, eu ainda usava niqab, e estava sempre procurando meios para validar o seu uso. Hoje em dia, depois de tudo que já li e aprendi, vejo que o que eu escrevi aqui não condiz com a realidade. Que todas nós possamos ter humildade para isso.)

Diana Vreeland. "Você não tem que ser bonita. Você não deve beleza a ninguém. Nem para o seu namorado / cônjuge / companheiro, nem para seus colegas de trabalho, especialmente para homens aleatórios na rua. Você não deve isso para sua mãe, você não deve isso a seus filhos, você não deve isso a civilização em geral. beleza não é um aluguel que você paga para ocupar um espaço 'feminino' marcado. "

Muitas pessoas perguntam por que eu uso o niqab e, nunca foi novidade para ninguém em minhas respostas a afirmação de - não ser requerido pelo alcorão - ou - Deus não exige isso das mulheres muçulmanas - MAS o niqab tem me ajudado em minha busca pessoal por espiritualidade, pelo melhor entendimento do alcorão e até mesmo pela implementação dele em minha vida, E principalmente, a como ser uma pessoa paciente, sim, precisa ser vivendo em um mundo de pessoas que te discriminam por ser diferente, e sim, você tem que deixar muita coisa ir se quer usar.

No Alcorão está escrito: ".. que é a vida terrena, senão um prazer ilusório?" 57:20, então não devemos dizer o mesmo sobre o corpo ser apenas um veículo provisório para uma alma em evolução? O que mais vemos no mundo são pessoas que supervalorizam o corpo, beleza, juventude, não é isso tão efêmero quanto tudo ao nosso redor? Que sentido tem a busca incessante por beleza, plásticas, regimes que levam as jovens cada vez mais a quadros de anorexia, bulimia e todo tipo de disfunção alimentar e até morte? 

Quando eu coloco o niqab estou enviando uma mensagem silenciosa - hey, eu não me importo com o que está aqui fora, nem em mim, nem em você, o que sentimos, o que somos é mais importante do que tudo isso, ir além..

Me diga quantas vezes você olhou para uma pessoa e soube quem ela é? NUNCA! isso não é possível, como diz uma frase que eu li em algum lugar, "somos mais do que os olhos podem ver", sim, somos almas, somos nossos sentimentos, desejos .. e isso ninguém pode ver.
Desapego ao material, desapego ao 'pré-conceito' que apenas os que só vêem não conseguem mesurar, desapego às vaidades que destroem o amor próprio de tantas mulheres pelo mundo (Todas as mulheres são lindas da maneira como são okay?)

Voltando ao Alcorão, você não vai encontrar lá qualquer referência sobre um código de vestimenta para a mulher muçulmana, então, ninguém lá fora pode dizer que o niqab não faz parte do islam,  então tire seu jeans e camiseta porque lá também não fala que isso faz parte, simples assim.

Eu já ouvi centenas de vezes, "mulheres que usam niqab sofreram lavagem cerebral", "mulheres sem rosto", "estúpidas", "rostos deformados", "devem ter algum problema mental", "hey, você, sua estúpida! você está colaborando com a ditadura contra as mulheres nos países de maioria muçulmana", (como se eu não falasse para os quatro cantos que sou totalmente contra a obrigatoriedade do niqab/hijab nesses países) MAS, eu não vivo lá, minha realidade aqui é outra, eu vivo em um país onde as mulheres são estereotipadas o tempo todo! .. onde as mulheres são objetos sexuais e pedaços de carne expostas na tv, então man eu só tenho uma coisa para dizer para essas pessoas -eu posso não ser uma real muçulmana para vocês, mas, ainda pior é sua atitude em torno de outras pessoas, Allah diz: "Ó fiéis, que nenhum povo zombe do outro; é possível que (os escarnecidos) sejam melhores do que eles (os escarnecedores). Que tampouco nenhuma mulher zombe de outra, porque é possível que esta seja melhor do que aquela. Não vos difameis, nem vos motejeis com apelidos mutuamente. Muito vil é o nome que detona maldade (para ser usado por alguém), depois de Ter recebido a fé! E aqueles que não se arrependem serão os iníquos." 49:11, no alcorão Allah não diz nada sobre um código de vestimenta, mas Ele diz muito sobre pessoas como você, leia de novo o que está acima até você entender.

Em meu país as mulheres são, indiretamente, forçadas a um padrão de beleza e existem centenas se matando para atingir esse padrão. Desculpa se eu sou tão estúpida por não querer ser assim (sabe, eu não ligo para minhas imperfeições, vivo bem com elas) Desculpe por querer viver longe do consumismo, por não querer vestir esta ou aquela roupa que agrade aos seus olhos ou aos de qualquer outra pessoa; eu quero simplesmente viver desapegada e em total abnegação a coisas que são totalmente fúteis para mim. Você sabe, quando Allah pediu ha 1.500 anos para as mulheres crentes cobrirem seus seios com o khimar, para se diferenciarem das outras mulheres, hoje, nós, mulheres muçulmanas ocidentais cobrimos, cabelo ou rosto, para nos diferenciarmos também, não somos melhores que ninguém com isso, mas isso já é um pouco de nossa identidade como mulheres muçulmanas ... 

Alguns depoimentos:

"A proibição da burca ou niqab iria tirar o meu direito de viver da maneira que me cabe. Isso restringe a minha liberdade e me coloca em uma posição onde eu devo ser especialmente cautelosa ao que me rodeia. A violência e o abuso contra as mulheres muçulmanas aumentou como resultado dos que fomentam medo nas cabeças das pessoas sobre esta questão.

 Não importa o que a lei diz sobre o niqab, isso não vai me impedir de usá-lo. Eu não quero ser controlada sobre o que eu posso ou não usar: isso é opressão." Semaa Abdulwali

"Permita-me apresentar-me. Eu sou uma galesa e orgulhosa cidadã britânica, um geneticista molecular de profissão e uma ativista no meu tempo livre. Tenho sido anteriormente eleita como presidente de uma organização nacional de estudantes muçulmanos e realizei outros papéis de liderança, incluindo o trabalho com entidades como a União Nacional dos Estudantes. Eu uso o niqab como um ato pessoal de adoração, e eu acredito profundamente que me aproxima de Deus, o Criador. Eu acho o niqab libertador e dignificante; dá-me uma sensação de força. Pessoas que eu converso julgam-me pelo meu intelecto e ação; não necessariamente pela minha aparência ou roupa. Niqab me permite ser, simplesmente, humana." SAHAR AL FAIFI

"Eu quero que as pessoas saibam que o niqab não é uma barreira - não tenha medo de falar com uma mulher em um niqab. Debaixo dele, nós somos pessoas com experiências como toda a gente; nós tivemos a mesma exposição à vida como qualquer outra pessoa. "  Sobia

"Niqab é uma experiência muito libertadora e emancipadora. Ele me permite realizar meus objetivos por ter uma carreira e ir para a escola sem me preocupar com os olhares curiosos dos homens. Ele obriga as pessoas a não me julgarem com base na minha aparência, mas em meus pensamentos e caráter. " Flavia

"Meu corpo, meu negócio, e eu não deveria ter que defender o que eu visto a ninguém. O niqab é parte da minha religião, e o fato de eu ter escolhido usar isso não me faz menos humana que ninguém." Yasmin 

#Feminists_United

Nenhum comentário:

Postar um comentário