TRADUTOR/TRANSLATE

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Garotos afegãos retratando a realidade das mulheres afegãs.



Recentemente, a Missão de Assistência das Nações Unidas no Afeganistão (UNAMA) em colaboração com o Fórum Civil da Sociedade Afghan , o Departamento Provincial de Assuntos da Mulher (Dowa) em Kunduz e a Comissão de Direitos Humanos do Afeganistão independente, organizaram uma longa semana de competição de desenho em que os estudantes afegãos foram incumbidos de destacar as consequências de diversas formas de violência contra as mulheres.

O evento contou com 40 participantes, com idades entre 7 e 20 que produziu mais de 60 desenhos que retratam graficamente espancamento, agressão química, a prática da "baad" (dar uma mulher ou menina para resolver uma disputa), abuso verbal e trabalho forçado.

O último relatório da UNAMA sobre a aplicação da Eliminação da Violência contra as Mulheres (EVAW) lei , lançado em dezembro de 2013, constatou que as autoridades afegãs registraram mais casos de violência contra a mulher em 2013, mas o número de processos e condenações ao abrigo da lei manteve-se baixo.
Assim, apesar da legislação, a violência contra as mulheres e meninas no Afeganistão continua a ser um grande problema.

"A violência contra as mulheres é um problema sério em nossa comunidade; precisamos enfrentá-la", disse o vencedor do concurso, Jawid Ranjbar, 20 anos de idade" Estou feliz por ser capaz de expressar a minha opinião sobre o assunto através da participação neste concurso."


via Women You Should Know
Tradução Pollyanna Meira









Nenhum comentário:

Postar um comentário