TRADUTOR/TRANSLATE

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Quem são os 'Kaffirs'

"No Alcorão, as pessoas que se opunham ao islã, quando Muhammad começou a pregar em Meca, eram chamadas de Kafirun. O habitualmente traduzido para o inglês é extremamente enganoso. Isso não significa 'incrédulos' ou 'infiéis'; A raiz KFR significa, 'ingratidão flagrante', uma recusa descortês e arrogante de algo oferecido com grande bondade..
A teologia dos Kafirun foi bastante correta, todos eles, por exemplo, tinham como certo que Deus criou o mundo. Eles não foram condenados por sua 'incredulidade', mas por sua zombaria, pela maneira ofensiva como tratava os outros, pelo orgulho, auto-importância, chauvinismo e incapacidade de aceitar críticas. Os Kafirun nunca consideravam seriamente uma ideia que era nova para eles, porque eles pensavam que já sabiam tudo. Por isso, eles zombavam do Alcorão, aproveitando todas as oportunidades para mostrar sua própria inteligência.

Acima de tudo eles são 'jahili': cronicamente irascíveis, extremamente sensíveis sobre a sua honra e prestígio, com uma tendência destrutiva de retaliação violenta.

Muçulmanos são ordenados a responder a esse tipo de comportamento abusivo com 'hilm' (paciência) e tranquila cortesia, deixando tudo nas mãos de Deus. Eles devem 'andar suavemente sobre a terra', e sempre que o kafirun insultá-los, eles devem simplesmente responder: 'salam' (paz)."

— Karen Armstrong, The Case for God

Nenhum comentário:

Postar um comentário