TRADUTOR/TRANSLATE

terça-feira, 3 de março de 2015

COMO NASCEM OS EXTREMISTAS RELIGIOSOS

Em 1967, na Califórnia, foi realizado um experimento que ficou conhecido como "Terceira Onda", onde um professor chamado Ron Jones que, com dificuldades em explicar para seus alunos que até mesmo sociedades democráticas não estão totalmente imunes à ideia latejante do fascismo, ele resolveu demonstrar pra eles como esse fato ocorreu.
O experimento durou 5 dias, sendo que no quarto dia o professor percebeu que o movimento estava perdendo o controle!
Segue um resumo do que aconteceu em cada um dos dias:
Primeiro dia: Jones estabeleceu regras simples, onde aplicava disciplina rígida na sala de aula. Os alunos precisavam se sentar de forma correta, levantar a mão antes de perguntar e sempre se referir ao professor como "Sr. Jones"
Segundo dia: deu-se um nome para o movimento iniciado no dia anterior e se auto denominaram de "A Terceira Onda", além de criarem um cumprimento similar ao cumprimento dos nazistas. E todos os membros deveriam se saudar com este cumprimento, dentro e fora da sala.
Terceiro dia: de 30 alunos da sala de aula, o número subiu para 43. Todos os membros ganharam cartões que os colocava como membros do movimento.
Começaram a fazer coisas como, por exemplo, não membros são proibidos de entrar na sala de aula.
No fim do terceiro dia já haviam mais de 200 participantes do movimento.
Quarto dia: A disciplina dos alunos era impressionante e a lealdade ao movimento era absoluta.
Porem, o professor Jones decidiu encerrar o experimento, pois ele estava ficando fora de controle.
O professor disse ao "lideres" do movimento que faria um pronunciamento na TV no próximo dia e pediu pra reunir todos os membros para uma assembleia, para colocar um membro do movimento como candidato a presidência do país!
Quinto dia: Obviamente não houve pronunciamento algum e, depois de alguns minutos de espera, com todos reunidos, Jones disse que eles tinham sido parte de um experimento sobre o fascismo e que todos agiram da mesma forma que os cidadãos alemães, pois haviam desenvolvido um senso de superioridade em relação aos não membros do movimento.
Após a explicação, Jones passou um filme sobre o regime nazista e com isso concluiu o experimento.

O filme "A Onda" (The Wave), de 2008, é uma adaptação dessa história e vale muito a pena ser assistido.
Não foi diferente com os cruzados, não é diferente com os terroristas 'muçulmanos'. Muitos são disciplinados desde criança a uma crença extremista, dita em nome de Deus, por pessoas que estão no poder e que querem cumprir suas agendas. Nada disso tem a ver com a fé em Deus na verdade. Isso acontece no Brasil e em muitos países onde estudiosos, ditos muçulmanos, ensinam extremismo, sexismo, e intolerância para novos revertidos. (Através dos hadiths - contos falsamente atribuídos ao Profeta Muhammad -)
Eu particularmente já conversei com centenas que você pode provar o quanto estão errados, mas nada faz eles mudarem de opinião, eles te agridem verbalmente e se a conversa fosse na real tenho certeza que a agressão também seria física. Eles sofrem um tipo de hipnose coletiva. Eles são exatamente como explicado no documentário abaixo, por se sentirem importantes e parte de um grupo, eles farão de tudo para defender sua crença cega.

Nenhum comentário:

Postar um comentário