TRADUTOR/TRANSLATE

domingo, 20 de setembro de 2015

Meena Keshwar Kamal

Fonte: Wiki
Tradução: Pollyanna Meira


Foi uma feminista afegã e ativista que trabalhou pelos direitos das mulheres. Fundou a Associação Revolucionária das Mulheres do Afeganistão (RAWA) em 1977, um grupo organizado para promover igualdade e educação para as mulheres.

Em 1979 ela fez campanha contra o que considerou um "governo fantoche dos russos", que passou a controlar o Afeganistão, e organizou encontros em escolas para mobilizar apoio para isso; em 1981, lançou uma revista bilíngue, Payam-e-Zan (Mensagem das Mulheres). Fundou também escolas para ajudar crianças refugiadas e suas mães, oferecendo hospital e aprendizado em atividades manuais.

Ao final de 1982 foi convidada pelo Governo francês para representar a resistência afegã do Partido Socialista do Congresso Francês. A delegação soviética do Congresso, liderada por Boris Ponamaryev, abandonou o local quando os presentes aplaudiram Meena, que acenou com uma vitória.

Meena foi assassinada em Quetta, Paquistão, em 4 Fevereiro de 1987. Informações variam sobre a morte dela e quem a assassinou, mas acredita-se que tenham sido agentes do KHAD, a polícia secreta afegã, ou o líder fundamentalista dos Mujahideen, Gulbuddin Hekmatyar.

Kamal foi casada com o líder Faiz Ahmad, do Afghanistan Liberation Organization, que também foi morto por agentes do Hekmatyar em 12 de Novembro de 1986.




Nenhum comentário:

Postar um comentário